jusbrasil.com.br
28 de Junho de 2022

Como não pensamos em separar o Nordeste do restante do país antes?

Eles (os nordestinos) não merecem nossa incultura

João Tomaz Sobrinho Neto, Advogado
há 8 anos

Então há a ideia de laicizar o Nordeste do restante do país! Ótimo – para eles!

O Nordeste carregou financeiramente o Brasil por 400 anos. Foi lá que durante 400 anos a agricultura alimentou a nação brasileira, a cana-de-açúcar foi responsável pela industrialização do sudeste e sul, lá estão as primeiras faculdades do país, lá está a primeira capital, lá está o polo tecnológico, petroleiro, lá está nosso sal, lá está a riqueza “esquecida” e a nossa cultura. Vamos sim separar aquela região, porque ela não merece nossa incultura, eles são civilizados demais para pertencer ao Brasil.

Eles nos deram Ariano Suassuna, João Cabral de Melo Neto, José de Alencar, Jorge Amado, Nelson Rodrigues, Rachel de Queiroz, Gregório de Matos, Clarice Lispector, Graciliano Ramos, Ferreira Gullar, Manuel Bandeira dentre outros.

Então vamos... Retiremo-nos da história nordestina, somos incultos demais para pertence-la. No litoral desenvolvimento, no interior dificuldades – por causa da falta de investimentos -, fome, miséria. Mas não é por isso que eles perdem o sorriso do rosto, e quando podem nos dão exemplos de luta, de honestidade e de sabedoria (algo em falta, aqui no “Brasil”).

Os poucos esforços para diminuir o sofrimento desses brasileiros honrados, são primariamente atacados... Não podemos dar emprego para quem passa fome, quem está com fome dá-se comida. Emprego e educação são os passos subsequentes. É fácil bradar contra essas medidas de distribuição de renda quem está em seu apartamento de luxo, ou acha que é muito rico porque comprou um carro com parcelas a "sumir de vista".

Pois bem povo brasileiro, sou goiano descendente de paulistas e mineiros, mas quando o Nordeste se tornar independente, quero ser um nordestino, com muito orgulho e muito amor. Quem envergonha o país é o preconceito e a corrupção – do povo, antes da do governo.

Informações relacionadas

Manuelito Reis, Advogado
Artigoshá 5 anos

O Separatismo e a Constituição Federal

368 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Sim o Brasil se iniciou a partir do nordeste brasileiro, fora lá no litoral baiano que a nau de Cabral aportou dando inicio da terra brasilis! Imaginem pós-governo Juscelino, no inicio da instalação do parque industrial do sudeste, aquela maravilha do nordeste iniciasse um processo de progresso na agricultura, com governantes que com os recursos da SUDENE e investisse realmente desenvolvimento do agronegócio, o que seria aquela região hoje?
Mas graças aos que lá governaram e que ainda hoje fazem política com seus filhos e filhas vivendo em seus Estados do Nordeste como se fossem suas próprias repúblicas é que aquele povo depende do programa Bolsa Família.
Meus Caros, o povo nordestino não tem culpa do Coronelismo e a Oligarquia que desde a instauração da república imperam naquela região fazendo com que eles sejam privados da Ordem e Progresso que estampam nossa flamula. continuar lendo

Parabéns Luiz!!

Mostra para eles o que é a realidade!!!
Não vamos conseguir levantar quanto dinheiro público migrou para a seca do nordeste e eles continuam passando fome.....agora só trocou de nome...são as bolsas que não devem secar naquela região.....os tempos mudam....mas os métodos tem semelhança e eles não enxergam.... continuar lendo

Concordo plenamente com tudo que acima fora dito. O Nordeste e ou os nordestinos são um povo laborioso, e é realmente onde tudo comneçou. Falta vontade política dos governos. É terra em que se plantando tudo dá. A terra é muito boa. Água? Basta fazer aflorar-la do imenso "mar de água doce" que passa por baixo do seu solo, iniciando no norte, passando pelo nordeste, e terminando na Argentina,mas, entretanto, os senhores da terra, os políticos, e outros, não têm nehum interesse que que isto aconteça. Sou minieiro, como dizem, de Minas Gerais, advogado tributarista, residindo em Porto Velho/RO, entretanto morei no Nordeste por 8 anos, conheço bem tudo aquilo, e, agora, não existe desculpa para jogar a culpa pelo desenlace eleitoral sobre povo tão dígno. Os responsáveis pela derata ocorrida foi o povo da minha terra, os mineiros, que não honoraram os interesses maiores da nação. Aécio foi Deputado por duas vezes, idem governador, fez um excelente trabalhos, entretanto, incorreu no erro, se é que foi erro, de contrariar interesses locais. Daí veio a sua derrota. Lado outro, em que pese que eu não goste de política, muito menos do PT, ainda assim, é mister reconhecer que este partido fez grandes e importantes investimentos a bem do povo do nordeste, em várias áreas, as quais, outros governantes nunca enxergaram como necessidades vitais, e, o povo, naturalmente agradeceu por tudo isto, através dos votos. Nordeste necessita é de mudança de liderança política local. Deus salve o Brasil continuar lendo

Caro Luiz, sinto muito em te falar que o Nordestino não depende de bolsa família, e sim as famílias carentes como há em qualquer canto do Brasil, moro no Nordeste, tenho minha casa, tenho carro, moto, estudo engenharia, e nunca vi um real de bolsa família algum, e outra não sou rico mas trabalho e busco tudo que desejo, mas com minha dedicação e perseverança. continuar lendo

INEPTOCRACIA é a Palavra, Sabiamente a filósofa Any Rand define nossa sociedade:

Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada.

Não é bem parecido? continuar lendo

Ainda que boa parte do Brasil tenha começado no Nordeste, hoje, não podemos manter aquela região como dependente do Sul.

- Muito dinheiro foi remetido para a nordeste e tambem paras as oligarquias dos Sarneys e outros coronéis, e nunca fizeram lá qualquer benefício para o povo. Este, o povo, sempre a custa da venda de voto manteve aqueles safados no poder. (e hoje quando o Sarney precisa ir a um hospital vem aqui no Sirio Libanes, no Nove de julho ou no Einstein. O povão que se dane)

- Muito dinheiro sai do Sul para sustentar políticos safados sempre guiados por mandantes do Senado ou da Câmara. - Tai o mensalão que prova.

- São Paulo junto com os demais estados do Sul, é o único Estado totalmente independente do resto do País, remete Bilhões para a União. Quando precisa de retorno tem que esmolar, só porque o nosso governador nao é do PT.

-Se São Paulo, ou qualquer Estado do Sul, fosse independente, fosse um pais, seria um dos mais ricos no mundo, sem dever nada a ninguém. A grande força deste Estado (SP) é composta também dos nordestinos, mas os que estão aqui, trabalham e trabalham duro.

-Minas Gerais, pela segunda vez demonstrou a que veio. A primeira quando abandonou o Sul, na intentona e agora nao votou sequer em um de seus filhos.

-É impossível aceitar uma eleição desta forma, pois apenas 33% dos eleitores votaram na atual presidente (e assim mesmo com voto de cabresto, via bolsa família).

Resultado: O sul trabalha e produz, a riqueza do Pais.
Brasila fica com os louros recebe o dinheiro e compra votos no nordeste .

PODE ????????????????? continuar lendo

Ora, culpa há, claro! Pois os nordestinos tem consciência da opressão que sofrem, não tem disposição para revidá-la. Esta in/disposição sim, é que precisa ser revista, alías... não é somente dos nordestinos, fora um movimento aqui e acolá, o povo brasileiro sofre desta desmotivação política, desta desilusão para com a capacidade de mudar. Outrora, o Nordeste e também outras regiões se arvoravam em revoltas, hoje, nem isso... a ideologia, isso sim talvez explique ou seja um dos quesitos que explicam a incapacidade de se revoltar, do brasileiro cordial impera e é usada tanto por direitistas quanto esquerdistas... ao meu ver, somente uma educação crítica seria capaz de iniciar algo, mas nem os professores mal formados são capazes disto ultimamente! Há culpa dos nordestinos sim, mas também há culpa do resto do Brasil! continuar lendo

O problema é que os Nordestinos que trabalham, estão em São Paulo.
O resto vive de bolsa voto, comumente chamada de bolsa família. continuar lendo

Como disse o Walter: Deus salve o Brasil ....... continuar lendo

Enquanto não existir um desenlace, um término para o grave problema da miséria e da pobreza no Brasil, existirá sempre um "Lula" para destruir o potencial econômico e social desta Nação. continuar lendo

O preconceito ta demais neste site, cada vez que eu entro é uma surpresa diferente. Criou-se uma ideia, que se espalhou como uma praga, mais rápida e perigosa que o ebola.
1) O Nordeste é responsável pelo PT?
O PT é cria de São Paulo, criado por paulistas e exportado para o Brasil. Assumam isso. Quando FHC foi eleito ele teve a maioria no nordeste, nem por isso chamou o povo de desinformado. Em 2002, SP, RJ, MG, SC, PR, votaram em peso no Lula contra o Serra, e colocaram o PT no poder para nunca mais sair, sério, a vitória do Lula nesses Estados foi estrondosa.
2) O nordeste elegeu a Dilma?
Como isso é possível? 60% dos eleitores do país estão no sul e sudeste. Se somar o centro-oeste já são 67% dos eleitores do país. Como o norte e nordeste elegem um candidato se tem apenas 33% do eleitorado nacional? São Paulo tem 31 milhões de eleitores, Piauí tem 2 milhões, quem elege presidentes?
Dilma teve 54 milhões de votos, norte e nordeste juntos não chegam a isso. Já o sudeste passa muito disso, são 60 milhões de votos, ainda falta somar os "gênios" mais ao sul, que possuem mais 21 milhões de votos. Eu me pergunto: como o Aécio não chegou nem a 50 milhões, se o povo tão desenvolvido, evoluído, produtor, reprodutor, e sei lá mais o que, possui mais de 90 milhões de votos do eleitorado nacional, quase 70%?
As pessoas consideram números relativos (%), mas que diferença faz ter 70% de votos de um estado que tem 500 mil eleitores? A maioria dos estados do norte não chega 1 milhão de eleitores.
Dilma foi eleita com 54 milhões de votos, meu Piauí, com seus 70%, deus 1 milhão e trezentos mil votos para ela. São Paulo deu mais de 15 milhões de votos. No Rio Grande do Sul, a diferença entre Dilma e Aécio foi irrisória, cerca de 400 mil votos no segundo turno, no primeiro não chegou nem a 150 mil. De lá saíram 3 milhões de votos para a Dilma, mais do que todo o eleitorado do Piauí. Tem muito gaúcho aqui no Piauí, são pessoas boas, educadas, humildes. Todos os gaúchos que eu já conheci foram pessoas nesse nível, sem preconceitos.
Em 2010 foi pior ainda, Dilma teve muito mais votos em MG, RJ e DF, por isso ganhou. Dessa vez ela ganhou de novo em MG, mesmo o Aécio sendo ex-governador de lá e ganhou também no RJ.
O Brasil elegeu Dilma, não foi nordeste. A verdade é que o Aécio se distanciou somente em São Paulo, onde mais ele ganhou a diferença foi pouca. Norte e nordeste foram a gosta d'água que fez a diferença, somado a um oceano de votos no restante do país.
3) E o Bolsa Família?
Bem, o nordeste recebe mais, mas não recebe sozinho. A segunda região que mais recebe é a sudeste, com 24,7% dos benefícios distribuídos. São Paulo, pasmem, é o segundo Estado que mais recebe recursos do Bolsa Família, não sei em 2013, mas em 2012 foi assim.
4) Quem vota no PT é ignorante e que vota no PSDB é intelectual?
Como assim, baseado em que? No preconceito, arrogância e imbecilidade de alguns, é claro. Eu por exemplo, queira muito que o PT saísse, mas votar no PSDB exige muito esforço. O nordeste é menos desenvolvido, claro, mas convenhamos que deve muito disso ao governo do PSDB, que esqueceu dessa região. Querer que o nordeste vote nesse pessoal, ainda depois das inúmeras manifestações que fazem parecer que estamos nas eleições PSDB vs. nordeste, ai já é demais Os próprios eleitores do Aécio criaram essa situação.
São Paulo, parabéns por ser a terra de Maluf, o herói de vocês.
5) Nordestino é preguiçoso?
Me desculpem, mas quando eu penso que um dos maiores problemas sociais daqui são os pobres coitados sendo levados para trabalho escravo nas outras regiões, para trabalhar sol a sol, 12 horas por dia, eu lembro do discurso da época da escravidão, onde o negro era preguiçoso, até morrer trabalhando.
Desculpem o texto longo, mas a situação já passou do limite, até a globo (Diogo Mainardi) já destilou seu veneno preconceituoso.
A situação está ficando perigosa, muitos dos meus amigos que estão morando fora do nordeste estão relatando o aumento da hostilidade que estão sofrendo, a situação corre o risco de ficar muito grave, já me disseram que está difícil até ir trabalhar.
Em plena era da globalização, o Brasil está discutindo esse papo de sulistas e nortistas, 200 anos depois de outras nações.
Vou ter que montar meu cavalo, embainhar minha baioneta e rumar na luta contra o povo do sul?
Tenha paciência.
Eu tenho muito mais para dizer, mas vou ficando por aqui. continuar lendo

Nordeste sustentado pelo Bolsa Família? Desculpe, mas creio que você confundiu com Sudeste, onde se encontra um estado chamado São Paulo. Antes de falar abobrinhas, pesquise Sr. Luiz. continuar lendo

Tenho orgulho de ser nordestina. Ressalto o valor das mulheres nordestinas. O que seria das mulheres brasileiras se não tivesse sido a coragem de uma nordestina em ser a pioneira no Brasil em ir às urnas como eleitora? continuar lendo

Nada contra o Nordeste e contra os nordestinos. Creio que o autor do texto reviveu o passado de lindas histórias do nosso país. Entretanto o contexto atual é outro, e não podemos nos sustentar em histórias de glórias para a condução de um país. A matemática é o seguinte o governo arrecada com a região sul e sudeste, mitiga empregos na região norte e nordeste, e financia esses benefícios em troca de votos. Isso tem mantido a atual política por 16 anos no poder, e será talvez por mais 18.

O Brasil é um País muito extenso para ser governado por uma pessoa só, não precisamos disso, se houver uma divisão, certamente as duas partes seriam beneficiadas. continuar lendo

Maikon Eugenio, eles querem 30 anos no poder. com 12, eles manipularam pré adolescentes, com 16, eles manipularão adolescentes, daí pra frente, comunismo vai virar regra e não exceção. continuar lendo

Podemos dizer Rafael que estamos entrando em um comunismo fantasiado de democracia. O conceito real para isso se chama INEPTOCRACIA, qual é traduzida como:

"um sistema de governo onde os menos capazes de liderar são eleitos pelos menos capazes de produzir, e onde os membros da sociedade com menos chance de se sustentar ou ser bem-sucedidos são recompensados com bens e serviços pagos pela riqueza confiscada de um número cada vez menor de produtores". continuar lendo

Uhuuuu!!!!

Depois, da exaltação, um "MUITO OBRIGADO!!", em nome dos nordestinos.

"Quem envergonha o país é o preconceito e a corrupção – do povo, antes da do governo."

Você foi na raiz do problema. E é preciso desaprender: desaprender a "pescar" na escola; desaprender a cortar filas; desaprender a tomar a vaga de idosos em coletivos; desaprender a não parar para pedestres atravessar na faixa; desaprender
a sonegar imposto; desaprender a corromper funcionários públicos. Enfim, desaprender a ser corruptor e corrupto. continuar lendo

Parabéns!!
João Thomaz e você, Claudielson, nem precisaram espremer, foi só apontar... tava lá o tempo todo. Muitos se banham na hipocrisia, se mascaram, procuram a quem apontar o dedo e atribuir suas faças e covardia.
Mais uma vez, redundantemente, parabéns e parabéns! continuar lendo

Morei doze anos no Nordeste e encontrei lá, como parte da cultura e do cotidiano, tudo isso que você diz que tem que ser desaprendido, além de várias outras coisas. É povo imediatista, para quem os fins justificam os meios. continuar lendo

Hermógenes, a carapuça de "imediatista" serve para os paulistas: bastou a primeira grande crise de água no estado para a população destinar 64,3% de seus votos ao candidato do Governo do Estado.

Preocupa a instalação da "indústria da seca" em São Paulo - mal que o nordeste já está erradicando. continuar lendo

A separação do País ou a divisão entre regiões é uma necessidade histórica e econômica. Não tem nada a ver com o resultado dessas Eleições. Entretanto, a votação tornou ainda mais patente esse questão. As diferenças culturais são tremendas e não sejamos hipócritas. O Nordeste possui uma identidade totalmente diferente do Sul-Sudeste e tem todo o Direito de lutar pelos seus interesses, como o inverso também é verdadeiro. Estamos vendo que Países bem mais sólidos do ponto de vista cultural e econômico também reclamam pela "Independência" em relação a estados-membros com os quais não há uma identificação ou um desejo coletivo de permanência. Eu respeito muito o Nordestino, mas não me identifico em absolutamente nada com ele. Gostaria que a cultura do Sul ficasse cada vez mais forte por aqui e menos sujeitas a influencia de outras partes do País. Esta é a minha opinião. Gostaria que os recursos gerados aqui não fossem desviados para Brasilia e para outros Estados que em nada contribuem para formação das nossas riquezas e/ou que não ajudam no esforço para obtê-las. Novamente, estou manifestando aqui um Direito a uma opinião que nada tem a ver com Racismo ou perseguição Étnica, como os Esquerdopatas querem forçar os ignorantes úteis entenderem. O Nordeste poderá ser muito melhor gerido pelos próprios Nordestinos sem a interferência permanente dos Sulistas, assim como o inverso é verdadeiro. O Brasil sempre será mediocre se continuar com essa postura demagógica de proteção aos Coitados. O Nordestino não é um Coitado. É antes de tudo, um Guerreiro. O grande problema é a falta de educação e a origem cretina da Colonização Portuguesa que nos fez vassalos de uma gente perdulária e pouco dada ao trabalho. Infelizmente, para o Nordeste, essa influencia permaneceu incrustada de uma maneira mais forte do que no Sul. Se não fossem pelos Alemães, Italianos, Japoneses e outros povos que colonizaram a nossa região, possivelmente estaríamos em condições de penúria semelhante ao Nordeste. Temos que re-discutir a conveniência prática do Pacto Federativo, pois quem ganha com a situação atual são aqueles que sempre mamaram às custas do Estado e do Povo. continuar lendo

concordo totalmente continuar lendo

Apesar de tudo admiro a colonização portuguesa. Como foi possível que um dos menores e menos populosos reinos da Europa conquistasse e dominasse um "continente" como este por mais de trezentos anos. Além disso, como é possível que se fale o mesmo único idioma em todos os mais de oito milhões de quilômetros quadrados deste país se em países minusculos como a Suíça fala-se até quatro línguas. Sem falar na resiliência do povo lusitano que povoou das florestas tropicais até a caatinga nordestina. Provavelmente, italianos e alemães não teriam permanecido nas áridas terras do sertão do nordeste e ao menor sinal da secular seca que castiga aquele rincão, teriam ido embora, assim como fizeram emigrando de seu países de origem. Por fim, o povo lusitano miscigenou-se com índios e negros sem o menor pudor ou embaraço garantindo uma convivência mais harmônica entre os povos que habitavam sua maior colônia, coisa que dificilmente aconteceria em uma terra dominada por povos de ascendência germânica, cuja cultura crê firmemente em sua superioridade sobre a de outras nações. continuar lendo

Eduardo, eu ainda não tenho uma opinião formada sobre tal assunto, mas como um espaço democrático, todos têm direito de falar e ser ouvidos. Você usou de uma argumentação muito convincente e fora de preceitos xenofóbicos. A causa sulista de independência é um assunto antigo, em discussão há várias décadas e o povo tem direito de opinar sobre as decisões.
Ressalto meu apoio com o argumento de que no nosso país, existe uma demagógica e possivelmente perigosa atitude de tratar e proteger os coitados, quando diversas vezes, eles que são os verdadeiros guerreiros. continuar lendo

Só acho bom lembrar uma coisa!

Separação só com um nova constituição ou então por guerra civil. continuar lendo